É... a coisa tá feia mesmo... e pra todo mundo!!!

sexta-feira, setembro 14, 2018 Clovisnáilton

Ontem eu passei no barbeiro, dei um tapa no visual. Não vou falar que fiquei bonito não, muito pelo contrário: fiquei gostoso pra caramba!

E por estar gostoso pra caramba, hoje, sexta-feira, resolvi ir pro trabalho com uma roupa melhorzinha para, quem sabe, depois do expediente, sentar num barzinho aqui na minha cidade e tomar uma cervejinha, na maior descontração.

Desci do coletivo e indo para o outro ponto de ônibus (o supermercado que eu trabalho, o do Seu Barbosa, fica do outro lado da cidade e eu pego dois ônibus para ir e dois para voltar) por uma avenida aqui da cidade quando, de longe, eu vejo uma mulherona vindo em minha direção.

Pensa numa mulher bonita: cabelos longos, uma silhueta invejável e bem definida pelas roupas justinhas que estava usando, uma maquiagem bem leve (afinal, era quase 8 da manhã). Que tetéia!

Eu olhei para ela, ela olhou para mim e SORRIU! Cara... quando ela sorriu, eu devolvi rapidinho o sorriso pra ela, lógico! Pensei: "gente, eu estou gostoso para caramba MESMO!" e fomos nos aproximando um do outro... 10 passos, 9 passos... dois passos quando ela estendeu a mão pra mim!

CONGELEI!

Nisso, ela me passou um folder, uma propaganda, e seguiu seu caminho.

Eu parei, olhei para ela indo embora e vi o conteúdo do papel: anúncio de casa de strip-tease! No papel falava que seria o show de fulana de tal, da cidade de tal que iria se apresentar no horário tal no lugar tal: e a foto da danada em trajes ínfimos!

Joguei o folder na lata de lixo! E pensar que, por um momento, eu estava achando que outra pessoa estava me achando gostoso para caramba também...

Minha churrasqueira nova, meus parentes folgados e o churrasco que não aconteceu.

segunda-feira, setembro 10, 2018 Clovisnáilton




Resultado de imagem para churrasqueira pré moldada

Só Deus sabe o sacrifício que fiz para comprar uma churrasqueira lá pra casa dos meus pais. Tinha a opção de comprar no cartão de crédito (que não tenho) ou juntar o dinheiro e comprar a vista. Optei pela segunda alternativa.

E só eu sei o quanto eu rezava para, quando duro, não usar do dinheirinho que guardava para este mimo. E não foram poucas vezes, foram muitas.

Mas valeu a pena. No final de agosto fui lá e comprei a churrasqueira, coloquei as notas quentinhas no balcão, assinei a nota fiscal e ficaram de me entregar antes do feriado agora. Na quinta de manhã, Dona Cotinha, minha mãe, me ligou falando que já haviam entregado.

Então, o que me restava era só aproveitar o feriadão e fazer aquele churrasco.

O Adão, o açougueiro aqui do Supermercado do Seu Barbosa (onde trabalho) me preparou uns bifes de contrafilé e separou duas picanhas com bastante gordura; linguiça, asinha de frango, lombo de porco e toucinho de barriga. Tudo pouca coisa, porque não iria chamar ninguém para casa, só eu mesmo, churrasquear o final de semana todo, sexta, sábado e domingo.

Comprei as carnes, coloquei a compra no Pelomenos (meu fusca) e fui para casa na quinta. Já podia fazer o churrasco, porque sexta era feriado...

Chegando em casa, a surpresa: a sobrinha da minha mãe, Laudeníldes, e seu filhinho catarrento, Josysclei estava lá, junto com o marido, o folgado do Rivardcleisson, e iriam passar o final de semana conosco. 

SABE O QUE É UM BANHO DE ÁGUA FRIA? 

Olha, não é por nada, nem mesquinharia não... mas tá para nascer gente mais folgada e mão-de-vaca do que esses dois. 

Eles moram numa cidade próxima e, desde que casaram, todos os finais de semana vão para casa de um dos muitos parentes que nós temos, filar a bóia na casa dos outros e não gastar nada. Não é a primeira vez que eles vem aqui em casa não, já conheço as peças já faz tempo.

Teve uma vez que eu estava lavando o Pelomenos, num sábado, e eles chegaram para passar o final de semana. Eu, como gosto de tomar uma cerveja, tinha comprado 2 caixas de lata e colocado na geladeira. O Rivardcleisson bebeu todas e, quando acabou e era preciso ir buscar mais, inventou uma dor de garganta para não colocar a mão no bolso. Já no domingo, antes do almoço, fui no bar da Véia Lidu e comprei 6 garrafas de Schin... e não é que ele bebeu também? Quando acabou, eu fiz questão de falar que iria comprar mais e pegar uma grana com ele, para ver a reação: disse que depois de almoçar não bebia mais.

De picardia, fui lá no bar, comprei mais 6 e adivinha? Claro... ele foi chegando de leve, pegou um copo e começou a tomar comigo de novo.

Nesse dia, eu falei pra mim mesmo: não pago mais cerveja para o Rivardcleisson nem fudendo.

E nessa quinta-feira foi o dia da minha provação, pra ver se eu tinha palavra mesmo. Eu parei o carro na garagem e o Rivardcleisson já chegou:

Rivardcleisson: E aí, Clovisnáilton, beleza?
Eu: Tranquilo, e vc? Como foi de viagem?
Rivardcleisson: Estrada boa, tranquilo... se bem que é pertinho, uns 200 km é pouco chão...
Eu: Verdade...
Rivardcleisson: Poxa, pensei que iria chegar aqui e te ver tomando uma cerveja...
Eu: Pois é, rapaz... não tem cerveja na geladeira, né?
Rivardcleisson: Nenhuma.
Eu: Pois é... temos que comprar, né?
Rivardcleisson: Compra lá e depois fala pra mim quanto eu tenho que te dar...
Eu: Ah, claro...
Rivardcleisson: Ei... e esse tanto de carne aí... churrasco?
Eu: Tudo do meu amigo, Tãozinho... trouxe de carro do açougue, fazendo um favor pro amigo...
Rivardcleisson: Ó... podia rolar um churrasco nesses dias, hein?
Eu: Não é?

Dei ré no Pelomenos, passei na casa do meu amigo Tãozinho e deixei as carnes na geladeira da casa dele. A cerveja da quinta, da sexta, do sábado e do domingo eu tomei lá no bar, logicamente sem o meu parente folgado. E teve uma vez, no sábado, que eu já estava na minha quarta garrafa quando ele chegou. Mas eu já tinha visto ele de longe e gritei para fechar a conta. Ele sentou na cadeira e quando a dona do bar chegou com a conta na mão, não deu nem tempo dele me filar um copo. 

Mas finalmente, no domingo à tarde eles foram embora. E hoje à noite vai rolar um churrasco lá em casa, com certeza.

Mão-de-vaca, eu? Nada... eu deixei de ser trouxa mesmo!!

Se fosse uma vez, duas... ou até mesmo se alternasse dois canos com uma vez onde ele pagasse a cerveja, dividisse a conta, até que dava... mas só o "venha à nós" é complicado demais. Agora, será que não tem dinheiro nunca? Cara, eu quando não tenho dinheiro para tomar uma, pego fiado no bar e pago depois; se tenho que sair e não tenho dinheiro, não saio ou opto em não beber, ou consumir somente o dinheiro que tenho; se vou para casa de algum amigo e não tenho grana, falo com ele que estou na pior e, na primeira oportunidade que tenho, retribuo a cervejada, seja numa conta de bar ou chamando o amigo para tomar uma cerveja na minha casa, tudo 0800. Agora só na safadeza, aí é complicado.

"Pelomenos" limousine

terça-feira, setembro 04, 2018 Clovisnáilton

Eu vi uma reportagem no G1 e pensei: "quando ganhar na Mega-Sena, vou transformar meu fusca numa limousine também..."

Lanterneiro transforma fusca em 'limousine' em Castelo, ES

Fiquei parado, olhando pro tempo e imaginando eu chegando aqui na Vila num carro desses... ai ai...

Os cientistas dizem que ganhar na loteria faz as pessoas se sentirem melhor com a vida - apesar de décadas de evidências sugerirem o contrário.

segunda-feira, agosto 27, 2018 Clovisnáilton






Quem está falando isso é a Shana! Conhece a Shana?

ganhadores da loteria

Os cientistas sociais passam muito tempo pensando em todas as maneiras pelas quais sua vida pode ser diferente se você tiver uma grande fortuna. Não apenas se você seria capaz de comprar uma casa e um carro de luxo - mas também sobre como se  sentiria em  relação a sua nova habilidade financeira.
Nas últimas décadas, vários estudos sugeriram que sua experiência cotidiana não mudaria muito, e que a excitação do ouro impressionante acabaria por se desgastar. Mas um novo documento de trabalho chega a uma conclusão diferente, relatando que ganhar na loteria, em comparação com a perda, realmente leva a uma maior satisfação com a vida.
A pesquisa foi citada no The New York Times por Justin Wolfers, um economista que realizou outras pesquisas sobre a relação entre renda e satisfação com a vida. O estudo ainda não foi revisado por pares ou publicado em um periódico científico.
Para o estudo, cientistas na Suécia e nos EUA entrevistaram 3.362 jogadores de loteria (vencedores e perdedores) sobre seu bem-estar entre cinco e 22 anos após o sorteio. Os entrevistados foram questionados sobre sua felicidade, satisfação com a vida em geral, saúde mental e satisfação com a vida financeira.
Os resultados mostraram que ganhar na loteria teve um efeito positivo em todos esses resultados - especialmente na satisfação com a vida. O mais interessante é que esses efeitos não se dissiparam com o tempo, com exceção da satisfação financeira da vida.
É importante notar que o estudo se baseou em pesquisas, o que significa que não havia medida objetiva: os próprios entrevistados indicaram como estavam satisfeitos com suas vidas. Além disso, outras pesquisas produziram conclusões diferentes.
Outros estudos descobriram que ganhar na loteria não muda nossa satisfação com a vida.
Estudos anteriores descobriram que ganhar na loteria não tem um efeito significativo na satisfação com a vida.
Do Business Insider Kevin Loria relatado em dois estudos que encontraram os ganhadores de loteria acabar tão feliz quanto eram antes de sua grande vitória. Isso é possivelmente devido a um fenômeno chamado de adaptação hedônica, o que significa que temos um ponto de ajuste para a felicidade e retornamos a ela mesmo depois de grandes eventos da vida, como ganhar na loteria, relatou Loria.
Enquanto isso, outra pesquisa sugere que a quantidade de dinheiro necessária para ser feliz e satisfeito com a vida (além de apenas ganhos na loteria) é surpreendentemente pequena. Jeremy Berke, da Business Insider, relatou um estudo publicado na revista Nature Human Behavior, que descobriu que, globalmente, a renda ideal para a satisfação com a vida é de cerca de US $ 95.000. Para o bem-estar emocional, é aproximadamente entre $ 60,00 e $ 75,000.
Se há uma única conclusão aqui, é que você não seria prudente confiar em dinheiro para deixá-lo feliz ou satisfeito. Afinal, mesmo que você esteja de acordo com essas novas descobertas, suas chances de ganhar na loteria são pequenas. Em vez disso, concentre-se em aprofundar os relacionamentos com amigos e familiares e obter alguns exercícios antigos que a maioria dos cientistas concorda estarem ligados à saúde e à felicidade.
Queria muito estar vivenciando os sabores desta pesquisa... mas até hoje, nada. Vamos ver se amanhã, quem sabe, eu ganho uma boa bolada na loteria e ver se consigo entender o que a Shana quer dizer com esse palavriado acadêmico: faz ou não faz bem, porra!

O folgadão do ônibus

quinta-feira, agosto 23, 2018 Clovisnáilton



O brasileiro tem jeito? É... estou falando com você: o brasileiro tem jeito?

Da mesma maneira que penso que sim, naquele restolho de esperança que ainda insiste em se manter viva em nossa mente, achando que sim, que o brasileiro tem jeito sim, que esse é um país que vai pra frente, que vamos criar um mundo novo nessa terra varonil... vem, de repente, um banho de água fria logo quando acordamos para ir pro trabalho e, assustados, despertamos para a realidade que nos cerca.

Hoje pela manhã estava no ponto do meu ônibus, que estava vazio (incrível) pois havia passado um coletivo meio segundo antes de eu chegar, quando, no horizonte, vejo outro vindo. Olhei, incrédulo, e vi que o ônibus estava vazio.

Sabe qual a chance disso acontecer às 6 da manhã? Quase quanto as chances que a gente tem de ganhar a Mega-Sena.

Dei sinal, eu e uma senhora de uns cinquenta e tantos anos entramos. Ela pagou a passagem, rodou a roleta e tomou um assento. Eu, na roleta, vi que haviam dois lugares ainda vagos no ônibus: um no centro e outro perto da porta de saída. Passei a roleta e, quando cheguei no primeiro assento vazio, ele não estava vazio. Em cima do banco havia uma mochila e, ao pé, uma mala de viagem vermelha. O dono olhou para mim e voltou a olhar para janela, como se buscasse algo na rua. Lembro que falei algo, tipo sussurrando e demonstrando minha indignação, e fui sentar no último lugar, perto da porta de saída.

O ônibus seguiu viagem e outras pessoas entraram. Muitas, como eu, da roleta já viam o "lugar vago" e encontraram a mala e a mochila tomando o assento. Ninguém se dispôs a falar com o cidadão - muito menos eu - para que se tocasse, que colocasse a mala e a mochila no corredor e cedesse o lugar para outra pessoa.

Na realidade, naquela realidade presente e palpável diante dos meus olhos (e sentado no meu assento), pude perceber que o povo está receoso de exercer até mesmo a sua liberdade de expressão. Mas também, pudera, não sabemos quem é o próximo. Não que aquele cidadão, Deus me livre, que estava extrapolando de seu direito (poxa, o cara estava utilizando dois assentos num coletivo com várias pessoas fazendo a viagem em pé) fosse um autêntico "sem educação", mas quem sabe um sem-noção das regras mais básicas de convivência numa sociedade. Acho que, de tanta violência que presenciamos na televisão, nos noticiários e etc, o povo tem até mesmo receio de cobrar, destas pessoas, o simples respeito às regras. Eu teria! Aliás, eu tive! Quem era aquele sujeito? Não sei. Pois se estava tão seguro que ele poderia estar fazendo o que estava fazendo, com certeza também poderia refutar, às vezes com violência, uma solicitação de que tirasse a mala e a mochila do lugar reservado à uma pessoa, não é? Via das dúvidas, deixe as malas seguirem tranquilamente sua viagem, no conforto do assento destinado àquelas pessoas que pagaram, caro, suas passagens.

E o ônibus seguiu viagem, os passageiros entravam, olhavam as malas, calavam e seguiam bovinamente em pé até o destino final.

Complicado, não é? Agora te pergunto: nós, como raça humana, temos jeito?

Empregado de bar ganha prêmio de loteria de US $ 100 mil enquanto trabalha

quinta-feira, agosto 16, 2018 Clovisnáilton


Heidi Huber-Stein, de Clinton, ganhou $ 100.000 jogando o jogo do Club Keno.

Heidi Huber-Stein, de Clinton, estava trabalhando em seu turno normal no The Village Tap, em Manchester, quando teve vontade de jogar o jogo do Club Keno, da Michigan Lottery.
O sentimento valeu a pena quando ela ganhou um prêmio de US $ 100.000 depois que ela combinou todos os 10 números para um desenho em 2 de agosto.
"Eu estava trabalhando no bar e decidi comprar um bilhete", disse Huber-Stein, de 49 anos. "Examinei o bilhete e recebi uma mensagem dizendo que precisava levar o bilhete para Lansing, mas não sabia por quê. No dia seguinte, pedi a um amigo que verificasse o bilhete e foi quando descobri que ganhei 100 mil dólares!"
Huber-Stein diz que ganhar tanto dinheiro não é algo que ela acha que aconteceria com ela, mas ela sabe como planeja usá-lo. Com seus ganhos, ela planeja pagar sua casa, doando alguns e guardando o restante.
"Vencer é surreal. Você vê as pessoas ganharem grandes o tempo todo, mas você nunca espera que seja um grande vencedor", disse Huber-Stein.
Ela visitou a sede da Michigan Lottery em Lansing na terça-feira para reivindicar seu prêmio.

Além de saúde, gostaria de mais uma coisa nessa vida: dinheiro sobrando!

sexta-feira, agosto 10, 2018 Clovisnáilton

Resultado de imagem para dinheiro sobrando


Chato essa vida nossa, de trabalhar dia após dia, de urrar nos estudos, de sempre almejar um lugar ao sol, faça chuva ou faça sol, e no dia do pagamento, no dia tão esperado do pagamento mensal, você paga suas dívidas (e em casos extremos, paga "algumas" de suas dívidas) e fica sem um tostão furado no bolso, não é mesmo?

Hoje estou me sentindo assim, um saco de farinha, só o plástico, sem nenhuma outra utilidade, a não ser a reciclagem ou para acondicionar algum tipo de lixo para ser jogada fora.

O pagamento foi há alguns dias... horas, diria! Paga isso, paga aquilo, entrega o dinheiro para aquela coisa, outra coisa e você está lisinho, durinho, sem um puto, zerado, na merda outra vez.

"Ah, então você não vai jogar na loteria esse mês?" - poderiam me perguntar. A resposta, na lata: "eu faço meus jogos com antecedência de um mês!"

Ontem mesmo já taquei a Teimosinha na Mega, no Dia de Sorte e na Lotofácil. O mês de agosto todo garantido e uns dias em setembro... é a conta e, infelizmente, foi a conta!

Bom seria, numa boa, se sobrasse alguma coisa para poder usufruir. Seria muito bom se sobrasse um pouco para uma pequena viagem, quem sabe até um pouco mais para comprar umas roupas, na promoção, ou aquele tênis que sempre vejo na vitrine (mas que os três dígitos me fazem repensar muito se vale a pena ou não). Seria muito bom, mesmo, se sobrasse alguma coisa do salário, até mesmo para poupar. A gente, assalariado, não poupa... não sobra! Tudo é a conta, tudo é regrado, e mesmo regrado, falta. Não dá para nem arriscar um consórcio de um carro, por exemplo, por medo da indecisão econômica e política atual. Você arriscaria se comprometer a uma dívida que vai terminar em sessenta, setenta e dois meses?

Queria, melhor dizendo, sonho em poder achar umas três notas de cem reais na carteira, ou na conta salário, hoje. Ou quem sabe até mais, se nosso labor fosse bem remunerado. Dissídio, aumento salarial, nada disso ouve-se falar. Em contrapartida, inflação, queda do poder aquisitivo e aumento dos preços de tudo... ah, sim, isso é cotidiano.

Dinheiro sobrando... acho que vou sonhar com isso hoje à noite.

Woodstock ganha um ingresso de loteria de US $ 1 milhão

sexta-feira, agosto 10, 2018 Clovisnáilton

Resultado de imagem para Robert Burhans

Fonte: Record On Line

Robert Burhans, da Woodstock, é um novíssimo ganhador da loteria de US $ 1 milhão, graças a um bilhete da Mega Millions.Burhans, 62, comemorou sua grande vitória na Stewart’s Shop, na Broadway, em 268, em Kingston, onde comprou o bilhete vencedor em 8 de julho. A apresentadora da loteria Yolanda Vega apresentou a Burhans um cheque gigante em seu nome por US $ 1 milhão.Burhans decidiu levar seus ganhos em um montante fixo, que chegará a US $ 671.800 depois de impostos e retenções.Burhans foi, na verdade, o segundo colocado de Nova York no sorteio da Mega Millions de 10 de julho. Ele combinou corretamente os primeiros cinco números vencedores (1, 17, 28, 56, 70), mas não conseguiu o Mega Ball, que foi de 14. O primeiro prêmio teria sido de US $ 306 milhões.Burhans disse que sabia que o jackpot estava alto no sorteio de 10 de julho, então decidiu comprar um ingresso. Ele usou a opção “Quick Pick” da New York Lottery, então a máquina da loteria na loja da Stewart escolheu os números vencedores para ele.“Estávamos a caminho de casa de Kingston e paramos no Stewart’s para comprar refrigerante”, disse Burhans. Quando ele checou seus números no dia seguinte, ele sabia que ele era um grande vencedor, e ele entregou seu bilhete imediatamente. Burhans disse que planeja usar seus ganhos para umas boas férias.″É bom não ter que se preocupar com dinheiro”, disse ele.

Caixa vai permitir apostas em loterias pela internet

sexta-feira, agosto 10, 2018 Clovisnáilton

Para quem utiliza a internet para tudo, esta é uma boa notícia.

MATÉRIA DO G1

Eu nunca comprei nada na internet, mas um dia isso vai mudar. É só ter DINHEIRO, claro. Tendo dinheiro, compra-se um celularzinho melhor, tem os R$ 30 (aposta mínima) para jogar e as coisas vão se encaminhando.

Enquanto isso não acontece (espero que dure só hoje), meu jogo é só no papel mesmo... por enquanto.

Obrigado, Caixa!

Goleiro carioca ganha R$ 133 mil com bilhete de loteria e banca vaga ao Gay Games 2018

sexta-feira, agosto 03, 2018 Clovisnáilton



A loteria tem suas histórias, e são muitas. Olha esta:

O goleiro Victor Jorge Dubugras vai disputar o Gay Games 2018

Em uma casa simples no Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro, o sonho de Victor Jorge Dubugras de Amaral era, um dia, competir em um Mundial. A chance apareceu quando passou a defender a seleção brasileira de futebol, formada por atletas homossexuais. Mas o goleiro de 35 anos não tinha dinheiro para bancar o desejo. Em vez de buscar verba em uma vaquinha online, o arqueiro apostou na sorte e comprou um bilhete de loteria, o Rio de Prêmios, produto que pertence ao Estado do Rio de Janeiro (Loterj).
Quis o destino que o jogador fosse um dos sorteados e conseguisse o dinheiro: Victor ganhou mais de R$ 133 mil. Com a verba, o carioca conseguiu pagar a viagem e vai disputar com a seleção o Gay Games 2018, que será realizado em Paris, na França, a partir do dia 4 de agosto. Victor nunca viajou para fora do país e está com passagens compradas para embarcar nesta sexta-feira.
- Disputar essa Olimpíada é algo que queria muito fazer na minha vida. Estou muito feliz em participar desse movimento e representar o meu país. Como não temos patrocinadores, vou aproveitar uma parte do prêmio para bancar minha viagem. Estamos treinando pesado para voltar com a medalha de ouro no peito. Somos a única seleção da América da Latina nos 15 times da competição – disse o goleiro
Além da seleção brasileira de futebol gay, ele é também goleiro do BeesCats, primeiro time assumidamente homossexual do Rio de Janeiro.
O Gay Games é um evento foi inicialmente pensado para o público LGBT em 1982, em San Francisco, nos Estados Unidos, e expandido para outras pessoas como deficientes físicos, transsexuais, negros, mulheres, heterossexuais como forma de inclusão e integração global em respeito à diversidade. Fonte: EXTRA

Lotérica em São Joaquim de Bicas/MG deixa volantes da Mega preenchidos para os frequentadores.

quinta-feira, agosto 02, 2018 Clovisnáilton




Olha só que legal: na cidade mineira de São Joaquim de Bicas, a loteria da cidade deixa os volantes da Mega-Sena preenchidos e afixados no balcão, para quem quiser pegar e fazer os jogos.

Muito curioso a atitude do lotérico.

Resta saber se alguém já deu a sorte de pegar o volante, já preenchido, e acertar as seis dezenas.



Homem ganha na loteria e a primeira coisa que quer fazer é casar com a namorada.

terça-feira, julho 31, 2018 Clovisnáilton

Veja só o que o ser humano apaixonado é capaz de fazer quando descobre que ganhou uma bolada na loteria: casar e comprar uma nova Chevy Equinox!!!




Resultado de imagem para lottery Fredrick Richardson


Por Janine Bowen, editora da WRAL.com
KNIGHTDALE, CAROLINA DO NORTE - Um homem Knightdale poderá se casar após ganhar US $ 250.000 na loteria no final de semana.
Fredrick Richardson comprou o bilhete vencedor do Hit de $ 500 em uma loja na NC Highway 39 em Zebulon no sábado.
"Eu pensei que provavelmente teria ganho US $ 5 ou US $ 50, mas depois terminei de coçar e comecei a chorar e pensar: 'Isso é real?'", Disse Richardson. “Quando mostrei a minha namorada, ela começou a chorar e a primeira coisa que ela disse foi 'finalmente podemos nos casar'”.
Richardson reivindicou seu prêmio segunda-feira em Raleigh e levou para casa US $ 176.249 depois de retenções de impostos.
Além de pagar por um casamento, Richardson disse que planeja usar parte do dinheiro para comprar um novo Chevy Equinox.
"Minha namorada e eu queríamos nos casar por um tempo", disse Richardson. "Ele só foi empurrado para o segundo plano desde que não tínhamos os fundos, mas agora finalmente podemos."
O tíquete de US $ 500 foi lançado no início deste mês, com seis prêmios principais de US $ 250.000. Funcionários da loteria disseram que os quatro principais prêmios permanecem.

Resultado de imagem para chevy equinox
Richardson, compre primeiro o carro, ok?? Puta carrão esse, hein? Bom gosto...

Pede para mãe conferir o resultado da loteria e toma uma surpresa danada!!!

segunda-feira, julho 30, 2018 Clovisnáilton



Um homem de Connecticut disse que a visão borrada de sua mãe levou a uma surpresa de US $ 97.028 quando ele tentou resgatar o que ele achava ser um bilhete de loteria de US $ 300.
Armando Ortiz disse que não pôde assistir aos resultados do Cash5 da Loteria de Connecticut na TV em 22 de julho, então pediu a sua mãe para escrever os números para ele.
Ortiz descobriu que ele combinou com quatro dos cinco números, ganhando um prêmio de US $ 300, mas teve uma surpresa quando tentou resgatar o bilhete.
"Eu fui ao revendedor e escaneei meu bilhete no verificador de bilhetes e pensei, algo está errado. Em vez de US $ 300, ele disse US $ 97.328", disse Armando. "Então, eu pedi ao varejista uma cópia dos números vencedores para confirmar. Quando ele me deu a impressão, ele disse: 'Você não ganhou $ 300, você ganhou o prêmio principal - $ 97.328!'"
Armando disse que os números vencedores foram 6-15-22-23-33, mas sua mãe escreveu 28 em vez de 23.
"O engraçado é que minha mãe se desculpou por errar um dos números. Ela escreveu 28 em vez de 23. Ela disse que não podia ver bem sem os óculos", disse Armando.
O vencedor disse que tem planos para o prêmio em dinheiro.
"Vou consertar meu carro, dar algum dinheiro para minha família e bancar o resto", disse ele. FONTE: UPI 

Resultado Mega-Sena 2062

quarta-feira, julho 25, 2018 Clovisnáilton

  • 08
  • 10
  • 15
  • 23
  • 25
  • 34